quarta-feira, 23 de junho de 2010

Tristeza


É final de noite.

Sou final de dia.

Falta-me amor, afinal.

E o fim finda em falta de alegria.

4 comentários:

  1. São poemas são lindos,você escreve com o coração

    ResponderExcluir
  2. Que lindeza e que ternura! Palavras rasgadas da alma! Poeta Poeta! preciso falar mais?
    Lindo!

    ResponderExcluir